Respeite seu tempo!

Olá! Sou desenvolvedor front-end a 8 anos, e foi esse o tempo que demorei pra perceber o quanto ele (o tempo) é precioso!

Muito trabalho

Durante minha vida profissional, dei 100% de mim sempre muito mais que 8 horas por dia ao trabalho, produzindo, produzindo e produzindo, quando se tem 19 anos de idade nada enche mais os olhos que dinheiro, poxa, além do salário, um extra com freela é beeem interessante, como trabalhava em São Paulo meu dia e alguns finais de semana se diluía, até 1 ano atrás minha rotina era exatamente igual, e isso me trouxe problemas, ah, sim, muitos!

Stress – Familia e namorada

Maaaano(a), como eu ficava estressado, sinceramente fiz isso por tanto tempo que já fazia parte de mim, não percebia como essa jornada fazia mal, nesses 7 anos de workaholic, ganhei de brinde uma tendinite no braço direito, e uma visão patética, rs, além disso, eram frequentes os comentários de todos que eu não tinha tempo para nada, que eu só trabalhava, não dava atenção a ninguém… Sempre interpretei esses comentários conselhos da pior forma possível, afinal, durante toda minha vida ouvi que eu deveria me dedicar ao máximo, e trabalhar duro pra ter o que eu queria, e todo esse trabalho duro me retornava com uma grana legal, de fato eu estava conquistando os bens materiais que sempre almejei, mas…. ao longo desse tempo, perdi a namorada, estava longe de minha familia emocionalmente, mal percebi como minha irmãzinha cresceu, entre tantas outras coisas, de fato vacilei muito!

Willy Wonka - Thank you for sharing your boring story with me. (ironicamente)

Calma, vai ficar legal hehe!

Vida

Vendo que toda essa loucura estava me fazendo mal, resolvi mudar, parei de trabalhar em São Paulo e vim para minha cidade (Mogi das Cruzes) ganhando beeem menos que ganhava, com a ideia de qualidade de vida em minha cabeça, demoraram alguns anos ainda até que eu me acostumasse com um ritmo mais lento, ja estava viciado em trabalho, mas de pouco em pouco fui perdendo o hábito, hoje, vou trabalhar de bike, mudei minha alimentação, e evito ao máximo freelas (rumo ao zero freela).

– Ah mas você ama o que faz, deve sim se dedicar!

Pois é, a questão é que hoje, consigo administrar melhor meus horários, e me dedico até mais a aprender coisas novas, evoluir no trabalho, etc!

Parar para respirar faz bem! Tire de sua cabeça que deve focar 100% e dar o sangue, relaxa, se você ama o que faz a evolução é natural!

Trabalho para viver e não viver pra trabalho

O resumo da história, é que com toda certeza o excesso de trabalho me fez perder o sentido de minhas conquistas, quando fui aos poucos me afastando de pessoas que eu amo, e quando percebi o que estava acontecendo logo dei cabo de mudar minha vida, e hoje, trabalhando menos, consigo me dedicar mais não só a minha familia, como a mim mesmo, faça um teste, vc não vai se arrepender!

Antes vivendo para trabalhar, hoje o trabalho tem uma função importante em minha vida, me dando 8 horas diárias de muito código e evolução constante em minha carreira, além disso, me dá suporte para manter a vida que escolhi, hoje prestes a receber meu apartamento perto do trampo, dando pedaladas diárias, comendo muito melhor, desestressado, tranquilo, jogando, curtindo a vida!

Se dedique, trabalhe, corra atrás, mas nunca se esqueça de viver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *